Guardiões dos túmulos do rei Ngola Kiluanje e da rainha N’Jinga Mbande

Sepulturas dos reis do Ndongo ao deus dará em Malanje
O rei da linhagem da raínha Njinga Mbande propõe ao executivo do presidente José Eduardo dos Santos elevar o sector de Cabombo à categoria de município

O quadragésimo terceiro rei do Ndongo, Buba Nvula Dala Mana “Cabombo” confirmou, recentemente, no seu palácio, em Cabombo, Município de Marimba, a mais de 200 quilómetros a nordeste de Malanje que as sepulturas dos seus antepassados estão em mau estado de conservação.

Estrada de acesso aos túmulos reais em Malanje
Estrada de acesso aos túmulos reais em Malanje
Sua majestade revelou o facto à imprensa local,durante uma actividade de pesquisa de dados sobre a vida e obra dos reis da região,como antecâmara para um simpósio internacional que está a ser preparado pela Associação dos Naturais e Amigos de Marimba (ANA-Marimba).

Disse o rei: “Com relação às sepulturas dos antepassados,os reis desta região, da linhagem matrilinear do reino do Ndongo conta-se em 43, hoje ele é a 43º pessoas mas, das sepulturas, algumas são protegidas por algumas pessoas que recebem algum subsídio. Por outro lado,no município de Massango que não tiveram a probabilidade de merecerem o registo junto do Ministério da Administração do Território, e esses, as sua sepulturas estão entregues ao deus dará, isto constitui para mim agrande preocupação junto do governo para ver se consegue resolver esse problema”.

Mausoléu de Ngola Kiluanje e N’Jinga Mbande
Mausoléu de Ngola Kiluanje e N’Jinga Mbande
O acesso a Mukulu-Ya-Ngola, localidade onde estão as tumbas dos reis Ngola Kiluanje, raínha Njinga Mbande, Ngola Mbande e outros, a 237 quilómetros da cidade capital, é pessímo por estrada e as populações vivem a baixo do nível da pobreza.

A partir da ponte sobre o rio Hamba na zona do Lukinje até a área do Cuale naquele lado todo não existem estradas, antigamente havia que os portugueses tinham feito, neste momento são caminhos de corta-mato que se regista.

Então, isto impede o desenvolvimento desta região, é uma zona isolada que carece da intervenção do governo e ver que o quê se pode fazer.

Veneração de Ngola Kiluanje
Veneração de Ngola Kiluanje
“A partir de Cambombo a Banje-Ya-Ngola na via que vai até a fronteira, também é – conforme viram – a realidade no terreno, as estradas estão pessímas. Precisa o governo de meter uma mão forte, para mudar o curso da história desta área”.

A distância que separa a comunas de Dala-Samba e Banje-Ya-Ngola são de mais de 40 quilómetros, agravada pelo avançado grau de degradação e com os caudais dos rios que atravessam o corredor durante a época chuvosa. Para inverter este quadro, o rei da linhagem da raínha Njinga Mbande propõe ao executivo do presidente José Eduardo dos Santos elevar o sector de Cabombo à categoria de município, com as respectivas estruturas administrativas.

Veneração de N’Jinga Mbande
Veneração de N’Jinga Mbande
A autoridade tradicional recebeu garantias do presidente executivo da Associação do dos Naturais e Amigos de Marimba (ANA-Marimba), José Joaquim Mango, que estão em curso discussões com o governo central para a construção de um memorial onde repousam os restos mortais dos reis do Ndongo.

O rei Ngola Kiluanje e a raínha Njinga Mbande compatilham a mesma cabana coberta de capim seco e renovada consoante a necessidade.

Ingles
Guardians of the tombs of King Ngola Kiluanje and Queen N’Jinga Mbande

Tombs of the kings of Ndongo God will give in Malanje
The king of the lineage of the queen Njinga Mbande propose to the executive president José Eduardo dos Santos raise the Cabombo sector to a municipality

The third king of Ndongo fortieth, Buba Nvula Dala Mana “Cabombo” confirmed recently in his palace in Cabombo, Municipality of Marimba, more than 200 kilometers northeast of Malanje that their ancestors’ graves are in poor condition .

Road access to the royal tombs in Malanje
Road access to the royal tombs in Malanje
His Majesty has revealed that the local press, during a data research activity on the life and work of the kings of the region, as antechamber for an international symposium is being prepared by the Association of Natural and friends Marimba (ANA-Marimba) .

King said: “Regarding the graves of ancestors, the kings of the region, the matrilineal lineage of Ndongo kingdom is counted at 43, today it is 43 people, but the graves, some are protected by some people who receive some subsidy. On the other hand, in the municipality of Massango who were not likely to merit registration with the Ministry of Territorial Administration, and these, the graves are delivered to your god will give, this is for me THE GREAT concern with the government to see if you can solve this problem. “

Mausoleum of Ngola Kiluanje and N’Jinga Mbande
Mausoleum of Ngola Kiluanje and N’Jinga Mbande
Access to Mukulu-Ya-Ngola, locality where the tombs of the kings Ngola Kiluanje, queen Njinga Mbande, Ngola Mbande and others, 237 kilometers from the capital city, and poorly road and the population live below the poverty level.

From the bridge over the river in Hamba Lukinje zone to the Cuale area that everywhere there are no roads, there used to that Portuguese had made at this time are ways of cross-country that registers.

So, this prevents the development of this region, is an isolated area that lacks government intervention and see what you can do.

Veneration of Ngola Kiluanje
Veneration of Ngola Kiluanje
“From Cambombo the Banje-Ya-Ngola on the road that goes to the border, it is also – as seen – the reality on the ground, the roads are bad need the government to get a strong hand, to change the course of history. this area. “

The distance between the communes of Dala-Samba and Banje-Ya-Ngola are more than 40 kilometers, aggravated by the advanced degree of degradation and river flows passing through the corridor during the rainy season. To reverse this situation, the king of the lineage of the queen Njinga Mbande propose to the executive president José Eduardo dos Santos raise the Cabombo sector to a municipality, their administrative structures.

Veneration of N’Jinga Mbande
Veneration of N’Jinga Mbande
Traditional authority has received assurances from the chief executive of the Association of Natural and friends Marimba (ANA-Marimba), José Joaquim Mango, which are ongoing discussions with the central government for the construction of a memorial where lie the remains of the kings of Ndongo.

The king Ngola Kiluanje and the queen Njinga Mbande compatilham the same hut covered with dry grass and renewed as required.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here