As estranhas aventuras de Andrew Battell de Leigh, em Angola e as regiões adjacentes
A.Battell em Angola testemunhou muito sobre o povo de Angola e seus custumes. Ele disse:

Os blackamoors of Angola mantêm boas leis e temem muito o seu Rei, o Rei é sempre atendido com nobres de seu reino, e quando quer que ele sai, ele tem sempre pelo menos duas centenas de arqueiros em sua guarda, e mais dez ou doze indo antes dele, cantando e tocando com flautas de grandes canas, e quatro ou cinco jovens mouros (mouro = negro) vindo atrás dele como páginas. Depois deles, segue todos os seus nobres.

Os mouros de Angola sabem que existe um Deus, e o chamam de Nzambi. Eles vivem na lei dos TURCOS, e honram Mohamed. Eles mantêm muitas concubinas, como os TURCOS fazem, eles lavam-se todas as manhãs para cima, caindo de seus rostos (para fazer orações) em direção ao leste.

Pergunta :
Porque que o Ingles Andrew Battel no ceu livro-diário confundiu os angolanos com os MOUROS (mouro é mesmo que marroco) povos muçulmanos que dirigiram antes a europa do sul por 700 anos,e hoje habita no norte de Africa?

Porque Andrew Battel se confundiu com as nossas leis e custumes afirmando que, nós os angolanos observamos todas as léis dos muçulmanos Turcos?

R : Ém Angola nossas léis tradicionais e cultura é de origem judeu-hebreu, e aí esta a razão de nos confundirem com os islamitas-muçulmanos
porque as léis a base e o fundamento do Islão originou do povo judeu-hebreu….mas mesmo assim axo que ele, A.Battell disse aquilo
para dar credito nas invasões Catolica-europeas em Africa, porque o Papa em Roma tinha declarado uma guerra aos povos mussulmanos
,judeurelegioso, pagãos e inimigos do Cristo-branquela.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here